Pesquisar este blog

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Final de feriadão congestiona artérias

Meu blog anda meio abandonado. Falta tempo. Eu sou jornalista, sou rotariano, sou um cara responsável preocupado com os compromissos assumidos que se amontoam. Mas neste feriadão me recolhi, escapei da rotina.

Minhas maiores preocupações foram evitar que o salmão grelhado pelo Giba Jasper não funcionasse. Ele pediu uma dica. Baita compromisso. Espero que tudo tenha dado certo para merecer um beijo do tipo carmenère tinto da dona Carmen. Me concentrei para fazer o mesmo em casa, onde recebi a dona Hedy, minha mãe, o Tigão e a Lísia para um salmão sem excentricidades, mas saboroso. Ainda na noite de sexta-feira, com a minha alemoa de copiloto tomei o rumo do meu próprio coração e me fui para Lajeado. 

Lá a hospitalidade dos amigos Gastão e Márcia, de sua filhota top model Giordana, tornaram o final da sexta e todo o sábado em pura diversão. Pude exercer meu hobby favorito, a culinária, em saladas de bacalhau, purê de abóbora, legumes grelhados e para não perder a prática, mais salmão. Domingo, churrascão na casa da sogra. Valeu Iraci! O cunhado Fernando, caprichando como assador. O Ênio e a Jaque corujas da Laurinha que, ao me ver subir em uma escada espiral, achou que a dita não resistiria a meu peso. Magoei, guria!  

Hoje estou aqui, neste espaço virtual. Comprometido com o cotidiano. Com a vida que paga as contas, e te obriga a outras. Sem querer confusão, procurando acertar feito aquela infusão de ervas aromáticas que resulta em um único e especial perfume e sabor. 

2 comentários:

Gilberto disse...

Irmão Ari! Graças a tua inestimável colaboração o salmão não comprometeu. Não ficou assim... "uma brastemp" do tipo Ari Teixeira porque faltou tempo para que o tempero agisse intesamente. Mas gerou elogios da patroa. Tudo bem... ela é gentil e sensível e sempre elogia, mas até que ficou gostoso. Tenho sido maciçamente incentivado (e desafiado) pela família para duas missões: 1) colocar aparelho ortodôntico; 2) aprender a cozinhar. Confesso que a segunda opção se mostra mais atraente e, acredito, menos dolorosa, apesar dos riscos inerentes à atividade culinária... Em resumo: grato pela valiosíssimas dicas que salvou a Sexta-Feira Santa! Abração!

Ari Teixeira disse...

Seguinte ó: o aparelho ortodôntico pode melhor a mastigação e o sorriso.Dou força! Mas a culinária é fundamental. Alivia a tensão e é uma rara chance de um marido receber elogio da esposa e filhos. Pensa nisso. E nem te dei tantas dicas assim, ou seja, tem mérito teu no salmão. Parabéns!