Pesquisar este blog

sábado, 17 de abril de 2010

Sábado, Dia Internacional da Ana Bessil

Muito mais do que colega de trabalho, a Ana Bessil é uma grande amiga, parceira em longos papos existenciais, em teses fantásticas sobre o relacionamento afetivo e a vida a dois. É uma guerreira essa mulher. Do tipo que cria os filhos, se dedica à família e ainda consegue tempo para presentear-se com pequenos mimos todo final de mês.

Ana é a essência feminina a tirar coisas incríveis dos baús de desconto, a transformar quinquilharias em adornos magníficos. Outro amigo nosso, o cinegrafista Luizinho, responsável por adjetivos opostos ao politicamente correto, a apelidou de “paraguaia”, justamente por isso. Mas quem duvidaria da originalidade do Armani que ornamenta tão lindos olhos azuis? Quem nasceu com fina estampa, não precisa gastar os tubos em adornos, ora!

É igualmente uma mulher de temperamento forte. Se as coisas não estão bem, dispensa travas na língua. Adora uma polêmica. Mas é fiel aos amigos. Luta por eles e não deixa de puxar a orelha se acha que algum deles vai cometer algum ato impensado.  Amigo é para essas coisas, afinal.

Neste sábado, dia 17 de abril, Ana Bessil encerrou seu período de inferno astral. Completou mais um ano de vida e, se estava abatida, não deixou transparecer. Na sexta-feira almoçou com os amigos no restaurante do Teatro São Pedro – ela é chique mesmo – e no sábado, ficou com a família que tanto ama.

Mulher decidida, voluntariosa e independente, Ana é exemplo para todos nós. E por isso precisamos que ela permaneça nesse plano terreno ainda por muitos e muitos anos. Para nos acompanhar no cotidiano, nas datas especiais e até, para uma solene bronca quando achar necessário. Sabemos que é tudo para o nosso próprio bem especialmente, porque na grande maioria das vezes, Ana é a parceira fantástica que todos nós adoramos.

Parabéns, amiga. 

13 comentários:

Gilberto disse...

Irmão Ari! Relapso que sou, não tive a gentileza de cumprimentar nossa amiga Ana. Por isso, e tapado de vergonha, vou dizer que tudo que se escrever sobre ela é muito pouco diante da maravilhosa amiga, mãe, colega e parceira que ela é! São pessoas com este caráter que nos motivam a acordar todos os dias, enfrentar o mau humor, a falta de educação e os dissabores passageiros da rotina. A Ana é D+!

Anônimo disse...

Sem palavras, poeta e amigo!!!!Obrigada!!!bjs

Caren Mello disse...

Uau! outra vez: uau!! Belíssimo texto, Ari, e justíssima a homenagem. A Ana Bessil é "muito do bem". Tenho muito orgulho de ter sido sua colega. E saudades também!

Macfuca disse...

Meu futuro amigo fusqueiro, não me lembrei do aniversário da nossa amiga porque na verdade lembrar do meu já é um esforço e tanto. Como também não fiz parte da lista de "notáveis" para o almoço no Teatro São Pedro aí sim é que passou batido! Na verdade a Ana não é pessoa de se comemorar em uma data só mesmo mas sim todos dias. Divertida, atenciosa merece mesmo um texto como esse teu e principalmente vindo de uma pessoa tão bacana como você. Em fim o teu texto é o reflexo do que a nossa colega Loira deixa brilhar por aí. Faz tempo que não me cruzo em solenidades com esta menina, saudades do seu humor ácido e dos comentários malicosos sobre o corpo palaciano.
Beijão pra Ana e claro pra você também!

Do "MC" Christian Jung

Ari Teixeira disse...

Meu caro Macfuca,
obrigado pela parte que me toca.
E realmente, a nossa Ana Bafão (como chama a Eli Iensen), é tudo de bom

Pedro disse...

Parabéns, Ari. Dizeste tudo sobre a Ana. Ela é mesmo totalmente demais! Beijos para todos...

Léa Aragón disse...

Pois eu tentei, como era sábado até ia convidar pra um cafezinhos nas quebradas do Bonfa, onde moramos. Mas cadê que a guria (gostou?) me atendeu o telefone. Deixei um recadinho. Pensa que ela ouvi? que nada. Não ouve mensagens eletrônicas. É fina mesmo! mas mesmo que ela não me dê bola vou continuar gostando da guria. É um coração grande demais pra a genet esquecer.

Vera Santos disse...

Ana querida,
QUE MÁXIMO!!
Ainda bem q divulgaste pra nós! Claro q me emocionei e não me contive!!
Acredito que este texto esteja dentre os MAIORES PESENTES QUE JÁ RECEBESTE!!
O RECONHECIMENTO e a VALORIZAÇÃO de UM SER HUMANO, de UM COLEGA, neste MUNDO TÃO MACHISTA , CRUEL e DESUMANO, são graças que mais permanecem esquecidas do que evidentes e, qd surgem, nos enchem a alma (e o ego) de amor, de bem-estar, de gratitude!!!
Que amor teu colega! Para te reconhecer e enaltecer, ele só pode ser, também , uma pessoa de muito valor!!
Fico feliz e orgulhosa por te saber no meu rol de amigas.

Estás ótima na foto!!
Parabéns por tudo, bj grd,

VERA L. F. SANTOS

Dani disse...

Ana!!!!

Mas que chique! Adorei o texto e, com certeza, ele soube te descrever com muita propriedade e delicadeza!!!!!

Abraço e parabéns!!!!!!

bjs
dani

Andréa Menezes disse...

OI ANA

MUITO LINDO O TEXTO.

CONCORDO EM GENERO, NUMERO E GRAU COM O ARIZINHO.
PARABÉNS!!

Lilica disse...

Ana,
Quero te dizer que fazia muito tempo que não lia um texto tão bonito de um homem sobre uma mulher. Arizinho está de parabéns e fico feliz que, ainda agora, quando nos achamos feias, passadinhas e fora do jogo, possamos receber homenagem tão bonitas.
As mulheres de 50 estão ai, na luta!!!! Vamos lá!!!
Parabéns e muitos beijos,
Lilica

Jussara disse...

MARAVILHA!!!!

LENDO O TEXTO... SORRI VÁRIAS VEZES... O TEXTO FOI PLURAL FALANDO NO SINGULAR DA TUA PESSOA!!
NOSSA... O ARI É UM PERITO...EM DESENHAR NA ESCRITA A IMAGEM DA PESSOA QUE VC É!
NÃO TEM P´RA NINGUÉM!!

MAS... VALEU AS HOMENAGENS RECEBIDAS.. AMIGA!!!!
BJOS

VC MERECE...

Liliane Brauner disse...

Aninha querida!!

Já li - e com toda e absoluta certeza essa é minha amiga ANA - merecido sim. Um grande beijo.