Pesquisar este blog

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Rescaldos de uma Expointer abaixo de chuva

Foto: Itamar Aguiar (outro grande campeão que brilhou em Esteio)

Bem que eu tentei, mas não consegui atualizar este blog durante a Expointer. A coordenação de imprensa em um evento onde existe quase 1500 jornalistas credenciados, exige extrema dedicação. Sugestões de pautas, dicas, atendimento a pequenas crises entre profissionais, questões técnicas no atendimento a uma turma que, muitas vezes, chega ao Parque Assis Brasil, em Esteio, sem saber bem o que está acontecendo. Querem "cases", dicas para boas matérias. Agradeço a minha versátil equipe de profissionais: a competente e charmosa infografista Gabriella, os fotógrafos Vanderlei, bom de imagem e de papo, Olga, que acompanhou pautas de gabinete e fotografou dezenas de eventos em todos os cantos do Parque.Enquanto isso, o veterano das objetivas,Vilmar, liderava nas fotos essenciais para o "book" dos grandes campeões.

A experiência da tia Lorena em edição, orientou as nossas repórteres em verdadeiras aulas de jornalismo. Com passagens em jornais da antiga Caldas Júnior, Zero Hora e JC, a nossa atenta Lorena só se atrapalhava um pouco diante dos códigos e tiques nervosos da editoração de um site, mas não desanimou. A equipe que foi literalmente a campo, contou com Bruna - sempre com todos os contatos, agilizou números e de quebra produziu cases bacanas, Fabiana - nosso grande reforço internacional, enviada diretamente de Dublin-Irlanda, para os pavilhões de Esteio, Lucy (in the sky with diamonds), atuou exclusivamente aos sábados e domingos e Adriana Ferras, estreando em Expointer, aprendeu tudo sobre os julgamentos de ovinos e suínos, especialmente.

A Emater nos cedeu Teresinha Vilk - que administrou com paciência de Jó,  a área de credenciamento e  Helena Boucinha, colega de talento e personalidade forte, atuando na redação e ainda colaborando com a coordenadora de imprensa da Seappa, Clarice Giorgi, no atendimento às demandas do secretário Gilmar Tietböhl (de sobrenome complicado e atitude totalmente descomplicada, sempre disponível e atencioso com a imprensa).

No rádio o Rezen, mais uma vez se mostrou autoridade na administração das cabines de rádio. Até entrevista deu (e tenho medo do que deve ter dito aos colegas radialistas). Na administração de crises, na recepção, estavam os meus irmãos e parceiros de várias feiras, Paulo Delfino e a Nora Elsa, sem eles eu não me atreveria a assumir tamanha bronca. Filtravam os "malas" na porta, não deixavam faltar nada aos jornalistas e observavam tudo o que não poderiamos acompanhar lá da redação.

Infelizmente foi uma Expointer de raro sol e muita chuva e lama. Mesmo assim, apresentou excelente nível técnico, recorde em negócios, o que nos facilitou o trabalho de divulgação. As empresas expositoras, especialmente do setor de maquinário estavam muito atentas à Central de Imprensa e isso nos permitiu divulgar mais eventos, especialmente através do site http://www.expointer.rs.gov.br/ .

Entre as associações de criadores, algum amadorismo em relação à comunicação, mas nossa equipe estava atenta para atender a demanda. Eu ainda não entendo como um cabanheiro possa investir muitos recursos para o melhoramento genético de seu rebanho e venha para a Expointer sem estrutura definida de comunicação. Poderiam ampliar horizontes, tornar-se fonte para novas discussões em um mercado que precisa se expandir além das porteiras de suas propriedades ou das editorias de agronegócio. Passou a Expointer, as feiras de primavera e lá se foi a mídia. Existe espaço para mais. Basta ousar.

Um exemplo positivo acontece no Angus, onde a Carolina Behr, através da Luciana Bueno Escritório de Comunicação, se mostrou perfeita no atendimento às demandas da raça. Não me deu sossego, oferecendo com muita competência as pautas que surgiram em Esteio. No Crioulo, gente nova, como Débora de Araújo Borba, que assumiu a imensa responsabilidade de assessor os eventos da ABCCC. Substituiu Ana Smith, uma das mais conceituadas jornalistas do setor que continua com a Gadolando e, agora, toma conta da divulgação do cavalo Árabe. Agora vaí! Lá estava também a competente Regina Sakakibara (e o Gustavo, grande parceiro) pela Farsul e Nelson Moreira, com sua grande carteira de clientes que lhe possibilita pautas oportunas como, por exemplo, o recorde de negócios nos ovinos. Assessor eficaz é assim. Parabéns a todos! Ao final das contas, a chuva nos lavou a alma e nos deixou limpinhos para o sol do encerramento.

Agora, o blog volta a ativa! Tenho um baita arquivo de observações indiscretas para liberar nos próximos dias. Aguardem!

6 comentários:

Gilberto Jasper Jr. disse...

A Expointer é a vitrine de excelência do setor primário, o motor mais tradicional da economia do Rio Grande. Ao frequentar o Parque Assis Brasil deparamos com novidades que normalmente não estão no noticíario, o que é lamentável. Temos cabanhas, propriedades, produtores e tecnologias de fazer inveja aos "gringos", mas raramente estão na mídia. Por isso há necessidade dos empreendedores do agronegócio manterem profissionais, de se conscientizem da importância da comunicação para "vender seu peixe" o ano inteiro. Isso é garantia de espaço nos veículos e de novas receitas através do aumento de negócios e vendas. Pensem nisso, prezados empresários rurais: aplicar em comunicação é investimento e garantia de retorno!
GILBERTO JASPER
Jornalista - Porto Alegre

Nelson Moreira disse...

Obrigado pelos seus elogios, são além da "importância" real deste "trabalhador".

Ari Teixeira disse...

Caro Nelson,

Tu além de outros tantos colegas que atuam no setor rural, são exemplos de jornalismo profissional. Não citei a Vanda, por exemplo, ou o pessoal da Ciranda (e aí primo rico, Eduardo Teixeira?) que nos orgulham pela atuação séria e responsável em um mercado onde tantos picaretas se disfarçam atrás da máscara do "comunicador".

Abração, amigo!

fabiana disse...

Adorei os comentários, principalmente, pela parte q me toca: 'enviada internacional', mas tu esqueceste de citar uma pessoa muito importante:
Ari Teixeira, que com sua paciencia, experiencia e sabedoria soube conduzir uma equipe de jornalistas, fotografos, etc, de uma maneira dinamica e eficaz.Parabéns!

Ari Teixeira disse...

Pô, agora encabulei, Fabi.

Luciana disse...

Ari, que gentileza! Muito obrigada pela citação no diário, mas, neste caso, cabe a mim agradecer a pacífica convivência e fundamental troca de experiência na Expointer 2010. Tua sabedoria foi determinante no processo. Energia pura, nota 10! Foi ótima a oportunidade de trabalhar também com as jornalistas Clarice e Helena, sempre solícitas às idéias da assessoria da Angus.

Jornalista Carolina Behr
LBEC - Associação Brasileira de Angus
Obrigada pela acolhida e parabéns à equipe da Seappa pela cobertura da Expointer 2010!